VISTO DE TURISTA

(ATENDIMENTO: DAS 9:00 ÀS 12:00 HORAS)

ATENÇÃO:

Nova versão do SCEDV para solicitação de VISTOS permite que o requerente envie (através de “upload”) arquivos de fotografia, assinatura e documentação exigidos diretamente a partir do formulário WEB, eliminando assim a necessidade de digitalização dos mesmos na repartição consular.

Instruções detalhadas encontram-se na parte inferior da abaOrientações de Preenchimento” do formulário, bem como na abaEnviar Arquivos”, indicando a proporção e as resoluções mínima e máxima exigidas para imagens de fotografia e assinatura.

O ENVIO DE ARQUIVOS COM DADOS BIOMÉTRICOS E BIOGRÁFICOS PELO FORMULÁRIO WEB NÃO DISPENSA A APRESENTAÇÃO DOS MESMOS EM MEIO FÍSICO QUANDO DA APRESENTAÇÃO DA SOLICITAÇÃO À REPARTIÇÃO CONSULAR, PARA FINS DE VERIFICAÇÃO.

 

Faça seu agendamento aqui

O visto de turista será concedido aos estrangeiros que viajam ao Brasil em caráter recreativo ou de visita, sem intuito imigratório ou intenção de exercício de atividade remunerada.

Cidadãos portugueses que se dirijam como turistas ao Brasil, estão sempre isentos de visto (poderão permanecer por um período inicial de 90 dias, renovável - antes de sua expiração - por mais 90 dias, perfazendo um total de 180 dias por ano).

Vistos de turista também serão concedidos nos casos de concursos artísticos e competições esportivas em que não haja cobrança de ingressos, nem remuneração paga por fonte brasileira, bem como no caso de participantes não-remunerados de congressos, conferências e seminários.

DOCUMENTAÇÃO

-       Passaporte, com validade igual ou superior a seis meses;

-        Prova de meios de subsistência (extrato de conta bancária ou documento que comprove a posse de recursos financeiros, a critério da autoridade consular);

-         Comprovante de reserva com data de entrada e saída do território brasileiro ou bilhete de viagem;

-         1  Fotografia recente, tamanho 5x7 ou tipo passe, fundo branco e datada;

 

-       1 Formulário “Pedido de Visto” devidamente preenchido e assinado;

-       Menores, viajando desacompanhados, ou na companhia de um dos pais: é exigida a apresentação de autorização  de ambos os pais para emissão do visto, no primeiro caso, ou do pai/mãe que não viaje, no segundo,  com as assinaturas devidamente reconhecidas em Notário Público.

-         O Consulado-Geral do Brasil reserva-se o direito de solicitar qualquer outro documento que lhe pareça necessário, além dos já enumerados acima.

 

EMOLUMENTOS CONSULARES

As taxas variam, de acordo com a nacionalidade, podendo ser entre 20,00 euros e 100,00 euros, segundo a nacionalidade. Para titulares de passaportes emitidos pelos Estados Unidos da América são cobrados emolumentos no valor de 160,00 euros para o processamento dos vistos.

 

Observação:

O atestado de vacinação contra febre amarela é necessário para aqueles que viajaram nos noventa dias (90), que antecedem a viagem ao Brasil, para: Angola, Bolívia, Benin, Burkina, Camarões, Colômbia, República Democrática do Congo, Equador, Guiana Francesa, Gabão, Gana, Gâmbia, República da Guiné, Libéria, Nigéria, Peru, Serra Leoa, Sudão e Venezuela.

Aconselha-se vacinação contra febre amarela para aqueles que pretendem viajar para certas cidades brasileiras e exige-se a vacinação para outras.

Consulte, se desejar, o site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

versão para imprimir